Luz da Injeção Eletrônica acesa! E agora?

by Mecânica Martins

A luz da injeção eletrônica acender ou mesmo piscar no painel do carro é uma situação que acontece com certa frequência, e na maior parte dos casos, as pessoas não sabem exatamente como proceder.

O sistema da injeção eletrônica é de extrema importância para o funcionamento do veículo, e o fato de luz acender no painel pode ser um aviso de que algo no carro não está funcionamento como deveria.

É normal essa luz da injeção eletrônica acender sempre que rodamos a chave na ignição, seja sem ligá-lo, ou já colocando o motor em funcionamento. Neste momento, é feita a leitura de todo o sistema, para verificar se o veículo está com o funcionamento adequado. Logo após a partida, a luz deve apagar, e se isso não ocorre, com ela continuando acesa, ou mesmo piscando, é porque algum problema foi detectado.

Quando isso ocorre, o que deve ser feito? Quais são os problemas possíveis e qual é a forma adequada de agir para solucionar a questão?

Para essas respostas, é importante, primeiramente, saber o que é a injeção eletrônica, quais as suas funções, para então ter uma ideia sobre o que pode estar acontecendo com o seu carro, para que a luz acenda.

 

O que é a Injeção eletrônica?

A injeção eletrônica é o sistema responsável pela alimentação de combustível e pelo gerenciamento eletrônico do motor do automóvel. No painel dos carros, é representada pela luz em formato de motor, triângulo ou raio, nas cores vermelha ou amarela, dependendo do modelo e da marca do veículo.

Tem como objetivo melhorar o rendimento do carro, fazendo com que seja injetada a combinação perfeita de ar e combustível em todas as faixas de rotação. Isso tem como consequência um acréscimo de desempenho ao motor, por fazer com que ele trabalhe sempre com mistura adequada de combustível, além de uma maior economia no consumo, e de levar a uma menor emissão de gases poluentes.

Além disso, a injeção eletrônica também tem a função de controlar o tempo de ignição, o funcionamento na marcha lenta, e, em alguns casos, até mesmo o comando das válvulas.

A utilização em larga escala desse sistema se deu a partir de uma necessidade da indústria automotiva, de reduzir a emissão de gases poluentes. Foi criado e aplicado em substituição aos antigos carburadores, que não conseguiam cumprir de maneira eficaz todas essas funções, principalmente com relação à emissão de gases e à economia de combustível.

Possíveis problemas

A luz da injeção eletrônica acesa pode significar vários problemas em potencial. Em casos em que a luz acende apenas de maneira esporádica, sem ficar acesa por muito tempo ou piscando intermitentemente, pode representar algo mais simples, como um pequeno problema de leitura da sonda lambda (que se localiza no coletor de escapamento), por conta de combustível de má qualidade, ou um pequeno mal contato nos plugs dos sensores. Nestes casos, o veículo não apresentará defeitos que resultarão em uma parada total, e a solução será mais simples.

Além disso, a luz da injeção eletrônica também pode significar um problema no catalisador, pela peça não estar realizando de maneira adequada seu trabalho, ou mesmo por ela estar entupida, não cumprindo sua função de transformar os gases tóxicos em gases menos poluentes.

Entretanto, se a luz estiver acendendo de maneira mais frequente, o problema pode ser mais grave, podendo gerar dificuldade na partida do motorcortes durante o funcionamentooscilações na marcha lentaperda de potência e aumento no consumo de combustível.

Além disso, vale destacar que mesmo problemas que não sejam à principio tão graves, com fácil resolução, se não solucionados adequadamente podem, com o tempo, ocasionar danos mais graves ao veículo, gerando mais problemas e um custo maior para o conserto.

O que fazer?

O mais importante a se fazer quando a luz da injeção eletrônica acende é trazer o carro até nossa oficina , onde o diagnóstico do problema poderá ser realizado. Através da utilização de um equipamento, chamado de scanner, o mecânico poderá identificar qual o problema foi responsável pelo acendimento da luz, e realizar os procedimentos necessários para corrigir o defeito.

Outra dica, caso a luz da injeção eletrônica acenda ou pisque de forma não constante, é desligar o veículo por alguns minutos. Ligue-o novamente e verifique se a luz volta a acender. Há casos em que o problema não é permanente, ou mesmo ocorre apenas um erro de leitura, e o próprio sistema consegue corrigir.

Independente disso, o importante é levar o carro até nossa oficina. Principalmente caso a luz continue acendendo ou piscando, mesmo que apenas de vez em quando, para que o diagnóstico adequado possa ser realizado, e o problema resolvido sem maiores consequências para o automóvel.

Por fim, mesmo sem problemas apresentados, é importante fazer uma manutenção preventiva com certa frequência no veículo, de forma a garantir que tudo está funcionando como deveria, e evitando assim problemas antes que eles aconteçam.

 

Share this article

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *