Óleo da caixa de câmbio precisa de revisão? Entenda!

by Mecânica Martins

Embora não seja do conhecimento da grande maioria dos motoristas, o óleo do câmbio precisa ser revisado. A manutenção preventiva deve ser feita de acordo com os prazos definidos para impedir que o câmbio quebre.

Fundamental para o perfeito funcionamento do conjunto, o óleo de câmbio tem duas funções essenciais. O fluido opera como todo lubrificante, protegendo as peças internas contra a corrosão e o desgaste, diminuindo os efeitos do atrito entre as partes móveis. Além disso, atua refrigerando e limpando o sistema. Também executa a função de fluído hidráulico, transmitindo torque e manobrando peças internas do sistema.

É importante verificar o nível de óleo, pois em caso de vazamento, a falta do líquido pode comprometer a lubrificação das peças. É difícil o câmbio queimar óleo, portanto, se o nível está baixo, verifique se existe vazamento. Cada carro tem um local para a verificação. O recomendado é procurar um mecânico especializado para que ele realize o serviço sem comprometer nenhuma peça. A verificação do nível deve ser feita periodicamente, a cada 10 mil quilômetros.

Fique atento também aos prazos de troca. O lubrificante do câmbio tem a durabilidade bem maior do que o óleo do motor. Isso acontece porque lida com menos sujeira e contaminação.

Geralmente, o prazo médio para a troca é de 50 mil km ou três anos, podendo variar de acordo com o uso do veículo. A substituição é necessária porque o lubrificante antigo com o passar do tempo perde a viscosidade e pode provocar ruídos e desgaste acentuado nas engrenagens da caixa.

Automáticos

O óleo que lubrifica as engrenagens do sistema é específico, o ATF. Cada automóvel possui um tipo específico de óleo indicado pela montadora. Depende de cada modelo também a quilometragem da troca.

No manual do proprietário há informação de quando é necessário fazer a troca e a orientação de como verificar o nível do óleo da caixa de câmbio automática. Em geral, é recomendado consultar o nível quando o carro está com o motor quente. A falta de óleo na caixa automática compromete os discos de fricção internos e quando isso acontece é preciso substituí-los.

Share this article

Leave a comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *